sexta-feira, 7 de junho de 2013

CIDADE DE SANTA BARBARA


                                  CIDADE DE SANTA BARBARA

                                 BREVE HISTÓRIA

O povoamento do seu território iniciou-se na metade do século XIX, por aventureiros que ali se estabeleceram, desenvolvendo a agropecuária. A fertilidade do solo e a disponibilidade de terrenos devolutos, atraíram novas famílias que ali se fixaram, formando o povoado de Santa Bárbara da Claricéia, que teve seu nome mudado para Pacatú em 1943. Em 1961, criou-se o município com o nome de Santa Bárbara, adotando-se o nome da antiga freguesia, criada em 1859.
O acesso a partir de Salvador é efetuado pela rodovia pavimentada BR-324 e BR-116 num percurso total de 141 km.
                                LIMITES
O Município de Santa Bárbara está localizado na região de planejamento do Paraguaçu do Estado da Bahia, limitando-se a leste com o Município de Santanópolis, ao sul com Feira de Santana, ao oeste com Tanquinho, e ao norte com Lamarão.
                                    CLIMA/TEMPERATURA
Com clima seco a subúmido e sofrendo longos períodos de estiagem ou escassez de chuvas,o município está inserido na área do chamado "Polígono das Secas"
                                 RELEVO
O relevo é formado por pedi plano sertanejo passando, gradativamente, para tabuleiros interioranos. Estas estruturas são cortadas pelos rios Salgado, Pojuca, Prensa, Tábua e Matão, além de riachos subsidiários, servindo apenas a pequenas bacias hidrográficas.
                                                 GEOLOGIA/SOL
A geologia do Município de Santa Bárbara é constituída basicamente de rochas cristalinas,complexo Caraíba, cortados por granitóides e sienitóides, e em menor proporção, complexo Santa Luz. O complexo Caraíba é constituído por ortognaisses de cor cinza esverdeado quando frescos e pardos nas superfícies de alteração. Segundo Kosin et al (2003), o complexo é composto por uma
suite bimodal das fácies granulito, na qual o pólo félsico é constituído por ortognaisses enderbítico,charnoenderbítico e raramente charnockítico, cinza a esverdeados. O polo básico é composto por lentes gabro-dioríticas. É frequente a presença de feições migmátiticas,  tais como estruturas schlieren, nebulítica e schöllen, cujas fases leucossomáticas são sienogranítica e monzonítica.
O complexo Santa Luz é constituído por gnaisse bandado milonitico, paragnaisse aluminoso,quartizito, mármore, rocha calcissilicática, metamafito/metaultramafito e restos de ortognaisses migmatítico. Os granitóides presentes são o Riacho das Onças representados por augengnaisse quartzomonzonítico a granulítico, granulítico; e os sienitóides estão representados por parte do Batólito de São Felix constituído por sienito, alcalifeldspato sienito, quartzossienito, alcalinopotássico/
ultrapotássico. Arenito argiloso a conglomerático, argilito puro a arenoso e conglomerado, representantes do grupo Barreiras, ocorre em uma pequena área na porção sul do município.
Os tipos de solo predominantes são planossolos solódicos eutróficos e latossolos álicos,sustentando uma vegetação classificada como caatinga-floresta estacional
                                   Economia
A principal fonte de renda do município é a agricultura e pecuária, com destaque para a produção do milho e do feijão e a criação de bovinos, caprinos, Suínos e ovinos.
A Terra Santa é conhecida em todo o estado pela produção do famoso Requeijão. Doces em compotas, beiju e carne do sol compõe a culinária do Município.