domingo, 14 de abril de 2013

HISTÓRICO DE \BARREIRAS



Localizado na região oeste da Bahia, o município de Barreiras possui aproximadamente cento e quarenta e oito mil habitantes. Este crescimento está relacionado com a chegada de migrantes atraídos pelo “poder” do agronegócio. Barreira está entre as cidades mais dinâmicas do nosso país no que tange a dados econômicos, no entanto, esse crescimento exacerbado não se reflete nas políticas públicas.
A estrutura urbana é totalmente comprometida, a pesar da cidade de Barreiras ser dinâmica e estar entre as mais importantes da Bahia. Falta de drenagem, pavimentação, e rede de esgotamento sanitário, ter esgoto correndo a céu aberto nos bairros e no próprio centro da cidade é muito comum. A materialização mais perceptível dessa pitoresca realidade são os buracos, os muitos buracos que pipocam por todos os cantos da cidade. Verdadeiras crateras por todas as ruas, realidade que de certa forma delimita o grau de descompromisso dos governantes com o bem estar da população, principalmente com a parcela de menor renda da cidade. 
O município também sofre com um sistema de saúde ineficiente e  incapaz de suprir todas as necessidades populacionais, já que conta com apenas um hospital  de médio porte e postos de saúde que não conseguem  ofertar todos as modalidades médicas e procedimentos ambulatoriais e cirúrgicos.
Na área educacional  são inúmeros desafios a serem superados, como escolas sucateadas e com estrutura física comprometida, oferta irregular de vagas em muitos bairros enquanto outros sobram ofertas. Grande número de professores contratados e  atraso de salários.
O clima quente e seco predominam na maior parte do ano e  no ano em vigor o período chuvoso tem sido pouco expressivo o  que tem contribuído para a diminuição na safra  de grãos, grande fonte comercial do município.
Com uma formação vegetal de cerrado bastante degradado pela expansão agrícola e das áreas urbanas, apresenta uma úmida relativa com médias abaixo do índice mínimo  estabelecido pela OMS.